sexta-feira, outubro 25

home is where love is




no seguimento deste mensagem, que registei para mim há vários meses e escrevi a uma grande amiga que emigrou para junto do namorado, apercebo-me do que isto significa para mim. a minha casa são as pessoas que amo, de quem gosto, com quem me identifico, as pessoas que estão no meu coração, espalhadas pelo mundo. e isso significa que me posso sentir em casa em muitos lugares. uma amiga disse-me que sou como os gatos, que se apegam aos lugares. é verdade. sou. gosto da minha casa porque me revejo em pormenores do que sou, do que gosto, das cores, da música (gosto de ter sempre a música na minha casa, sobretudo a dos andorinhões que cá moram, logo pela manhã); das viagens que fiz, das fases da minha vida, do que aprendi com elas e do que fui feliz e continuo a ser. sinto-me grata, mais uma vez, por tudo e todos que estão aqui. o apego e o desapego e esta relação estranha e moldável entre uma coisa e outra. posso ir de mochila (como gosto desta sensação de liberdade de trazer comigo o essencial), e o essencial está sempre comigo, e invisível aos olhos, como dizia o Exupéry. e este sentir-me em casa prolonga-se em conversas, escritas ou faladas, em sorrisos, em piadas via skype, em subtilezas ou grandes gestos logísticos. a mudança, mais uma vez. e como é bom mudar, conhecer outras lentes com que se vê o mundo, com que se aprende a crescer, a sermos nós. é este o caminho. é fácil? - não, de todo. mas é gratificante. muito. e percorrer lugares e reconhecê-los como casa, é ainda melhor. e poder voltar a esta casa, o símbolo físico do que sou, do espaço que ocupo e de todas as contingências. não é maravilhosa a vida?

5 comentários:

  1. Tens que te dar por feliz por te achares em casa em vários lugares! Olha o aborrecimento das pessoas que acham que casa é apenas um local... :) Vai viver, menina!!!! <3

    ResponderEliminar
  2. maravilhosa és tu, minha Ritinha. Taaaanto!

    ResponderEliminar
  3. ****THIS IS A PUBLIC SERVICE ANNOUNCEMENT:****

    Portugal is the Biggest Racist country that i have ever lived in. I feared for my life there and i consider myself lucky that my family got out alive! I have never lived in such poverty (Sopas dos Pobres everyday) 40% unemployment rate and 60% of the population earn less than $932 USD per month, and that's considered Middle Class here! Within the European Union it is the worst of the worst place to live.

    The bottom line is the bulk of the People in our poor country exist in a brainless comma that is fed by Ignorance, anti-Spanish hate, and severe Racism of pretty much everybody that isn't Portuguese! And, Portugal started the Global Slave Trade in 1441 so it is definitely NOT a safe place for Blacks!!

    I found important websites that explain the Severe multi-generational Racism and Hate that exist in Portugal today, and i highly encourage all to read them and spread the word in order to avoid innocent, and desperate people from living or visiting there. Get educated on the Truths about Racist Portugal now.

    PORTUGAL IS THE BIGGEST, RACIST, ANTI-SPANISH COUNTRY ON THE PLANET!

    I HEREBY ALERT ALL PEOPLE ON EARTH TO NOT BUY FROM PUTUGAL, DO NOT SPEND YOUR HARD, EARNED MONEY GOING THERE AND BOYCOTT ALL PORTUGEE STORES IN YOUR AREA! DON'T BUY THEIR GOODS OR WINES!!!

    THESE XENOPHOBIC RACISTS HAVE TO LEARN AND THE BEST WAY IS TO BLOCK THEM ECONOMICALLY!

    BE CAREFUL FRIENDS!

    ResponderEliminar